Playlist: Telecurso Urban Conceitual Vol. II

0

Resenha | Sob a Redoma de Stephen King

Posted by Samuel P. Cassemiro on 1/24/2014 in , , , , , , , ,




A demora pra essa resenha, foi pela demora da leitura. Comecei a ler Sob a Redoma no começo de Agosto de 2013. As aulas voltaram e eu não iria ficar levando esse trambolho de livro pra lá e pra cá. São quase mil paginas de puro suspense e tensão até o fim. Só pude pegar a leitura no final do ano, faltava pouco mais da metade. Resolvi coloca-lo na Meta de Livros para ler durante minhas férias. Foi difícil fui terminar o livro basicamente só no final da primeira semana de 2014. Mas enfim vamos logo a resenha. 

Uma cidade pequena do Maine - Cherter's Mill, é simplesmente cortada do mundo por uma Redoma. Enquanto segredos são jogados contra a Redoma e o medo sob ela cresce. O perigo maior acaba se tornando os Habitantes de Chester's Mill.

Eu nunca li nada do King, já peguei algumas vezes na tentativa falha de ler O Iluminado, na época eu tinha perto de uns 13 anos. O que evidentemente foi um fatores pra eu ter abandona o livro logo no começo. Agora, quase quatro anos depois, resolvi pegar um livro enorme dele. Foi amor a primeira vista, foi difícil achar detalhes que achasse ruim no livro. Tem um. Mas isso é spoiler. spoiler fica pro final do texto.

A grande sacada do livro, não é a Redoma, são os personagens que nela vivem agora. E os acontecimentos que ela gera e as consequências de se prender seres humanos por algum tempo juntos.

Dentre os personagens, que são MUITOS, temos:

Dale 'Barbie' Barbara, um ex-coronel/soldado do exercito. Que até o momento estava saindo de Chester's Mill após um curto período de estadia.

Julia Shumway, jornalista do Democrata o jornal local que faz de tudo pra desenterrar os pobres de Big Jim Rennie.

James 'Big Jim' Rennie, "segundo" vereador da cidade, tem cedo de poder e vai usar tudo a seu alcance para se manter no controle de tudo. Mesmo com o filho problemático, Junior Rennie.

Junior Rennie, "acabou" de voltar para cidade, após largar a faculdade. Tem sérios problemas sobre controle. E se meteu em uma briga com Barbie na noite anterior á Redoma.

Esses são QUATRO de uma lista de mais de 64 personagens todo eles sendo desenvolvidos um por um a cada pagina. O modo com King narra os acontecimentos faz o leitor ficar atualizado de tudo - tudo que e o King quiser lhe mostrar no momento, ou seja, temos varias visões de um mesmo acontecimento de modo a desenvolver cada personagem, tornando cada um únicos. Mostrando ainda em terceira pessoa a perspectiva de alguns personagens, mostrando suas intenções e convicções a respeito de cada coisa.

A narrativa em terceira pessoa, King se mostra muitas vezes impessoal. Em alguns momentos ele simplesmente quebra a 'quarta parede'wiki. Ou seja, as vezes ele acaba por se dialogar com o leitor, dando pitacos sobre as coisas ao redor.

Do tipo: "Outra noite cai sobre a cidadezinha de Chester's Mill: outra noite debaixo da Redoma. Mas para nós não há descanso; temos que comparecer a duas reuniões, e também temos que dar uma olhada em Horace, o corgi, antes de dormir." Part. 'Arrebentados'. Capt. 16. Pag. 717.

Durante todo esse capitulo somos literalmente guiados por uma presença que como citado assim, vai dialogando com a leitor. É simplesmente incrível, confesso que quando comecei a ler esse capitulo, acabei voltando algumas vezes pra ter certeza que era coisa do livro ou alguma erro na tradução. Mas não, é King sendo King como sempre.

Em um dos capítulos logo no começo do livro, somos apresentados a visão de uma Marmota, que quer atravessar a  estrada principal em busca de uma sombra. Em pouco menos de dez paginas, King desenvolve e aprofunda a personagem. E em um momento ela está em pensando em nozes e no outro vem uma pergunta a mente dela: 'O que aconteceu?'. Era a primeira vitima da Redoma.

Nesse romance extremamente denso (nos dois sentidos) vemos a decadência de uma sociedade comum, há monstros que iriam queimar no fogo do inferno depois disso. As ações humanas, estupidas ou não, movem esse romance até o fim. Deixando um espaço para explicação da Redoma, que depois de tudo. Não é o mais importante.

King em entrevista disse que a Redoma é uma analogia ao planeta que hoje vivemos já que trata de questões ecológicas, sobre a sujeira na redoma e o eco-sistema abaixo dela.



Série para TV*




No ano passado a Under The Dome estreou no canal americano CBS, como a maior estréia do verão americano. Foi encomendada a primeira temporada de 13 episódios. A segunda temporada estréia no dia 20 de Junho desse ano. A primeira temporada estreou também em Junho - 2013, tendo seu season finale exibido no final de Setembro.

Mas além do nome que a leva e de alguns personagens a série quase em nada tem a haver com o livro. Porem antes de vir de 'mimimi', fique sabendo que Stephen King estava ao lado dos produtores nas filmagens da série. Mesmos sendo diferentes da obra original, não faz da série ruim. 

Há poucas vezes que concordo quando se muda alguns aspectos de um livro numa adaptação. Nesse caso se dá ao modo como Stephen construiu seu romance. Algumas coisas, sejam personagens, cenas ou acontecimentos grandes tiveram de ser adaptados. Alguns pelo fato de não passar a mesma ideia que passava no livro, em outros pela série ser exibida em um canal aberto lá fora. Mas não é nada que vá manchar o nome do Stephen, como eu disse. O projeto tem assasinatura dele do começo ao fim.




Aqui no Brasil a série foi trazida pelo canal pago TNT. Só que assim, o canal chegou anunciando a série como "TEM SEXO GENTE, VEM VER". E bem, nos livros tem muito sexo, consentido ou não, mas tem. Já na série é só uma pegação no primeiro capitulo. E. SÓ. 

Mas sabemos como o marketing aqui funciona, ou tenta funcionar. Mas enfim, o season finale aqui foi ao ar semana passada. Mas, eu fiquei tão puto com esse marketing que não vou perder meu tempo procurando a data certa em que e o season finale foi exibido aqui Brasil. Mas foi quase 4 meses depois do mesmo ter sido exibido nos EUA. O que nos leva a pensar, enquanto alguns canais pagos (Sony, FOX,HBO) estão tentando trazer séries com quase algunas dias de diferença (Sendo a HBO, com estreia simultânea com as EUA) a TNT ainda meio que ta lá, gritando no fundão da sala da creche se achando.

Você pode ir assistir a série sem medo de spoilers do livro. Embora é claro, ler o livro antes é sempre bom. Aos que já leram, a série por de ser um consolo pelo livro não ter uma resposta concreta sobre a Redoma. Tudo indica que eles estão preocupados com isso, enfim é coisa que tv. Nem todo mundo é Stephen King e pode sair sem dar uma satisfação.


No Brasil, o livro trazido pela editora SUMA Letras, que está reeditando muitas livros do King aqui de novo. Nos EUA, o livro foi publicado em 2009, porém, King já havia escritos alguns manuscritos em meado da década de 1980, com o titulo de The Cannibals (rsrsrs). Infelizmente foi engavetado na época. Mais tarde ele seguiu com o projeto, tendo o manuscrito final mais 1500 paginas e com peso aproximado de 9kg. 

Com muito amor e trabalho do editor, o livro foi publicado aqui com pouco mais de 950 paginas. Mas não se deixem assustar com o numero de paginas. A escrita de King, embora alguns achem muito descritível é muito leve e corrida. Pra se ter uma ideia na primeira semana que comecei a ler ele eu lia cem paginas sem notar.

Olha eu não sei se ainda vai ter alguém lendo esse texto nesse ponto. Faz tempo que não escrevo textos tão grandes como esse. Eu havia prometido diminuir eles. Mas eu estava falando de livro igualmente grande, então me desculpem. Eu me empolguei de mais. Até o próximo texto.
 E muito obrigado por ler a resenha.

*Num futuro próximo, eu faço um texto só pra série. Explicando melhor ela, as diferenças entre as duas mídias. A série também foi produzida pela Amblim Television aka produtora do Steve Spielberg.

|

0 Comments

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © 2012 - 2014 Nerd Sedentário .